Queimadas no Pantanal: a luta pela sobrevivência!

  As queimadas e incêndios no Pantanal esse ano já destruíram o equivalente a 10% de um dos biomas mais importantes do Brasil e do mundo, informam instituições que fiscalizam a região.

Os incêndios que atingem o Pantanal mato-grossense deixam não só um vestígio de destruição severa no ecossistema como também provocam mortes de diversas espécies de animais silvestres. Na imagem acima, veterinários alimentam um cervo afetado pelos incêndios, nesta quarta-feira (16), em Poconé, no Mato Grosso. O Pantanal, que se espalha por Brasil e outros dois países (Paraguai e Bolívia) é a maior região de pântano do planeta. Foto: Rogério Florentino/EFE – 13.09.2020

 

Um jacaré morto é visto em uma área queimada após incêndio no Pantanal, a maior área úmida do mundo, em Poconé-MT/Foto: Amanda Perobelli/Reuters

 

O Que está acontecendo neste inverno de 2020 no Pantanal mato-grossense vem trazendo um grande prejuízo ambiental ao Brasil e ao mundo.

Entretanto, não somente no Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Outros estados brasileiros estão tendo influência através da chamas e a grande quantidade de fumaça que se espalha e provoca enormes quedas na qualidade do ar. A chegada de uma frente fria no litoral paulista deve direcionar a direção dos ventos do Mato Grosso do Sul para São Paulo, transportando uma parte considerável do material produzido pela queima da vegetação para o Sudeste do Brasil.

A fumaça também pode atingir os municípios do Triângulo Mineiro e do Centro-Sul do Estado de Minas Gerais. A chegada da fumaça na grande BH não está descartada. De acordo com o Instituto, tudo irá depender da direção e intensidade dos ventos.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *