Jacaraci: Sesab não confirma caso de coronavírus no município

 

A SESAB– Secretaria de Saúde do Estado da Bahia informou que o paciente transferido do Hospital Nossa Senhora da Conceição da cidade de Jacaraci para o Hospital Couto Maia, na Cidade de Salvador, na madrugada desta quarta-feira, não se enquadra nos parâmetros colocados pela OMS- Organização Mundial de Saúde. O paciente internado tinha um quadro que estava sendo investigado para Síndrome Aguda Respiratória Grave e foi transferido para o Instituto Couto Maia em primeira avaliação. O cidadão é japonês e vive no distrito de Irundiara na cidade de Jacaraci e em sua viagem para o Brasil teve contato com chineses durante o vôo. A prefeitura de Jacaraci em nota ressaltou:

“Ainda sobre o paciente, a Sesab informou que todas as medidas habituais de isolamento para casos suspeitos de infecção por vírus do grupo influenza (H1N1, H3N2, Influenza B) estão sendo tomadas”.

Ainda informou que o caso está sendo investigado, mas a avaliação inicial, não se confirma o Coronavírus.

Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:
•    evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
•    realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
•    utilizar lenço descartável para higiene nasal;
•    cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
•    evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
•    higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
•    não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
•    manter os ambientes bem ventilados;
•    evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
•    evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.
•    profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Foto Reprodução

Sesab

Por Andréia Coutinho

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *